8 alimentos que ajudam no combate a depressão

Saiba o que inserir no cardápio para acabar com esse mal

Publicado em 09/08/2016

Você certamente conhece alguém que sofreu ou que ainda sofre com a depressão. A doença se tornou evidente no século XXI e, segundo o Ministério da Saúde, estima-se que na América Latina, 24 milhões de pessoas sofrem com esse mal. Os sintomas da depressão podem ser pouca energia, humor afetado, falta de interesse nas coisas e na vontade de fazer tarefas comuns, além dos sintomas físicos, como dor de cabeça e dor de estômago. Para ajudar a combatê-la, a alimentação pode ser uma grande aliada. Assim, separamos alguns alimentos que devem estar no cardápio de um depressivo.

Castanha-do-pará, nozes e amêndoas

Por serem ricas em selênio, um poderoso agente antioxidante, elas auxiliam na redução do estresse. Ingira de duas a três unidades de castanha-do-pará ou cinco unidades de nozes, ou 10 a 12 unidades de amêndoas. Também é possível fazer um mix saboroso dessas oleaginosas.

Frutas

Alimentos como melancia, abacate, mamão, banana, tangerina e limão devem ser consumidos de três a cinco porções todos os dias. Eles são conhecidos como agentes do bom humor, por conterem alto teor de triptofano, aminoácido que ajuda na produção de serotonina.

Mel

O produto das abelhas é estimulante na produção de serotonina, neurotransmissor responsável pela sensação de prazer e bem-estar. Procure colocar no seu cardápio duas colheres de sobremesa ao dia.

Ovos

Fonte de tiamina e a niacina (vitaminas do complexo B), o ovo colabora com o bom humor. Coma uma unidade por dia, no máximo. Porém, caso tenha colesterol alto, deve atentar-se para o consumo excessivo, e evitar, principalmente, a versão frita.

Carnes magras e peixes

O triptofano - encontrado em alimentos proteicos -, ajuda no combate da depressão e melhora o humor, pois aumenta a produção de serotonina. Com ele é possível diminuir o apetite, relaxar, criar a sensação de prazer e bem-estar e até, induzir e também melhorar o sono. Recomenda-se entre uma a duas porções por dia, principalmente de peixes como atum e salmão.

Folhas verdes

Ricas em folato (importante vitamina do complexo B), as folhas verdes tendem a diminuir os sintomas depressivos. Procure ingerir folhas verdes-escuros, de três a cinco porções por dia.

Leite

Fontes de cálcio, esse mineral elimina a tensão e a depressão. Ele auxilia nas contrações musculares dos batimentos cardíacos e da transmissão de impulsos nervosos, além de regularizar a pressão arterial. Consuma de duas a três porções por dia para obter seus benefícios.

Carboidratos complexos

Os carboidratos complexos ajudam o organismo a absorver triptofano, responsável por estimular a produção do neurotransmissor serotonina. É necessário ingerir de seis a nove porções diárias, de alimentos como pães e cereais integrais (trigo, arroz).

Fotos: Divulgação