7 erros que prejudicam a saúde no inverno

Falta de limpeza e pouca ingestão de água são alguns desses fatores

Publicado em 10/05/2016

Com a chegada do friozinho, é comum não darmos atenção a algumas atividades essenciais no nosso dia a dia, como beber água e comer salada. Porém, a falta de tais hábitos pode acarretar problemas, como a baixa imunidade. Confira a lista do site Minha Vida com os erros que podem facilitar o surgimento de algumas doenças típicas da época. 

Tomar menos água

No inverno, a tendência é ingerirmos menos líquido, uma vez que praticamos menos exercícios físicos e sentimos menos sede. Essa diminuição afeta especialmente o sistema respiratório. Logo, o muco das vias nasais fica menos fluido com a falta de água, facilitando a entrada de vírus e bactérias causadores de doenças.

Vegetais

Nessa época, sentimos maior necessidade de ingerir alimentos gordurosos, como o tradicional chocolate. Todavia, deixar que esses itens substituam frutas, verduras e legumes é perigoso, uma vez que eles nos fornecem nutrientes essenciais para a defesa do nosso corpo contra diversas doenças.

Café da manhã

Pular a primeira refeição do dia para ficar na cama parece inofensivo, mas pode causar danos à saúde. Nós esgotamos nosso estoque de nutrientes durante a noite e, se realizarmos as atividades diárias em jejum, sem o café da manhã, nosso organismo fica debilitado, diminuindo a nossa imunidade.

Sopas e macarrão instantâneos

Pela facilidade e por ser um alimento quente, as sopas instantâneas são ótima escolha. Porém, esse alimento é rico em sódio, logo, não traz qualquer benefício ao sistema imunológico, já que fornece quantidades mínimas de nutrientes.

Banho quente

Essa prática de utilizar água quente para se aquecer no frio, além de ressecar a pele, torna-a mais sensível a infecções, coceiras e alergias.

Ambientes fechados

Estar em locais fechados em si não apresente risco à saúde, porém, o contagio entre os presentes sim. Se alguma das pessoas reunidas estiver doente, aquela com imunidade baixa tem grande chance de contrair a doença.

Limpeza

Limpar o ambiente em que convivemos é importante, pois o pó doméstico concentra ácaros, fungos e diversos outros elementos que promovem crises respiratórias. Assim, um local sujo facilita a propagação de doenças.