Experimento prova que mãos não estão limpas após lavagem

O teste mostra fotos com uso de luz ultravioleta que provam existir grande quantidade de bactérias mesmo depois de você lavá-la

Publicado em 02/11/2015

Como sabemos, é importante manter as mãos limpas, seja para cozinhar ou comer. Mesmo durante o dia a dia, já que levamos a mão constantemente à boca e aos olhos. Mas você sabia que aquela lavada rápida e básica não é suficiente para deixar suas mãos higienizadas?

Um experimento feito pela repórter britânica Jennie Agg para o site “The Daily Mail” revelou que as mãos, mesmo após a lavagem, não estão limpas como imaginamos. Para mostrar isso a britânica usou uma câmera com luz ultravioleta para testar diferentes jeitos de lavar as mãos. Com o passar das técnicas, a mão vai ficando limpa aos poucos. Aquilo que está em tons de branco mais fortes são as bactérias. 

Uma pesquisa realizada por pesquisadores da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, revelou que apenas 37% dos homens e 61% das mulheres lavam as suas mãos depois de irem ao banheiro.


Técnicas:
Enxaguar e secar naturalmente – sem sabonete e sem toalha para secar

 

Lavagem de seis segundos – sem sabonete e com a tolha para secar

 

Lavagem de seis segundos – com sabonete e com a tolha para secar


Lavagem de 15 segundos – com o sabonete e com a tolha para secar

    
Lavagem de 30 segundos - com sabonete e com a tolha para secar


Segundo a britânica, nenhuma técnica de lavagem consegue eliminar totalmente as bactérias presentes na mão, pois isso é indicado que o indivíduo lave as mãos por um tempo maior. Também é indicado o uso de sabonete antibacteriano, que evita a recontaminação, e o uso de uma toalha seca para não acumular outros tipos de bactéria. 

 

Imagens reprodução
Imagem destaque