Fuja da osteoporose com simples hábitos saudáveis

Alimentação à base de laticínios e exercícios físicos são recomendados

Publicado em 24/10/2017
mulher segurando uma xícara com leite e café

A osteoporose, doença que deixa os ossos fragilizados e porosos, é uma condição mais comum em mulheres acima dos 45 anos. À medida que vai progredindo com o avançar da idade, a condição ainda aumenta o risco de fraturas, especialmente do quadril, da costela e do colo do fêmur. Por isso, para evitar que a doença se instale, o ideal é praticar hábitos saudáveis ainda na infância. 

"É importante ter um bom aporte de cálcio, que vem principalmente dos laticínios, e fazer atividade física, porque os ossos ficam mais fortes quando são mais solicitados. O sedentarismo é péssimo, porque o organismo entende que o corpo não precisa de um osso forte", explicou a médica endocrinologista Marise Lazaretti Castro, presidente da Abrasso (Associação Brasileira de Avaliação óssea e Osteometabolismo), em entrevista ao UOL

Segundo a especialista, o consumo de cálcio deve ser de 800 a 1 mil mg por dia, o equivalente a duas a três porções de laticínios. Outra recomendação é tomar banhos de sol, fonte de vitamina D para o organismo. E crianças até dois anos e pessoas acima dos 65 devem tomar suplementos. 

É importante estar alerta porque a osteoporose é silenciosa e não apresenta sintomas. O problema só é detectado em estado avançado, com a deformação de ossos que provoca dor crônica ou quando aparece uma fratura. Para fazer o diagnóstico, o exame conhecido como densitometria óssea é indicado para mulheres acima dos 65 anos e homens a partir dos 70, e o histórico do paciente também é avaliado. 

Cuidados na terceira idade

Pacientes com osteoporose precisam manter uma casa segura para evitar fraturas decorrentes de acidentes. O banheiro é sempre o lugar que mais gera preocupação, por conta do piso molhado. Por isso, é importante fazer a instalação de apoiadores e alças na lateral das paredes. O mesmo perto das bacias sanitárias. 

Outra dica é manter a casa equipada com tapetes antiderrapantes, dentro e fora do box. Contudo, no restante da casa, evite tapetes. Mantenha os cômodos iluminados, e à noite sempre deixe uma luz acessa. Na cozinha, objetos de uso contínuo devem estar de fácil acesso. Também é útil colocar fitas antiderrapantes na borda dos degraus das escadas. 

Foto: Pixabay