A importância do alongamento no inverno

15 minutos diários são suficientes para realizar a prática

Publicado em 01/07/2016

Alongar é preciso e não apenas antes ou depois de fazer exercícios físicos. Para pessoas que passam o dia inteiro sentadas, é preciso tirar pelo menos 15 minutos por dia para alongar bem o corpo.

Ficar muito tempo parado na mesma posição pode causar encurtamentos, por isso, é preciso fazer do alongamento um hábito, assim como você come, toma banho e escova os dentes, ele deve ser incorporado nas suas tarefas diárias, reforçando principalmente no inverno.

Inverno

No frio a musculatura fica mais retraída e os vasos menos dilatados, fazendo com que o corpo demore mais tempo para esquentar. Você não precisa ser um grande expert em alongamento, basta fazer os movimentos básicos que já te ajudará muito. Claro, se estiver sentindo dores você pode estar fazendo algo errado, então pare na hora o movimento.

Com o alongamento em dia os seus tendões ficam menos suscetíveis a rupturas e, quanto mais idade você tem mais deve alongar, pois a flexibilidade vai diminuindo ao longo do tempo. Sem contar a dificuldade em manter a postura correta.

De acordo com especialistas, as cãimbras são mais frequentes no frio, pois o seu corpo fica mais rígido, se tornando ainda mais necessário praticar o alongamento.

Confira os diferentes tipos de alongamento:

Estático: Com o corpo parado, estenda apenas uma determinada região e permaneça na posição por 30 segundos.

Dinâmico: Execute movimentos de vai e vem, ajudará no relaxamento da musculatura.

Passivo: Tenha uma outra pessoa ajudando no alongamento, sempre controlando a intensidade da força aplicada.

Aquecimento: O ideal é simular a atividade que será feita, durante alguns minutos, executando movimentos leves, mas que elevam a temperatura do corpo. Servirá principalmente para diminuir o atrito entre as fibras musculares.

Foto: Divulgação