Mães com insônia afetam sono de filhos pequenos

Dormir mal pode influenciar a saúde mental e aprendizagem

Publicado em 06/09/2017
Mães com insônia afetam sono de filhos pequenos

Estudos da Universidade de Basel, na Suíça, e de Warwick, no Reino Unido, constataram que mães com insônia afetam diretamente a qualidade do sono de seus filhos. A pesquisa foi realizada por meio de um exame chamado eletroencefalografia, com 191 crianças saudáveis, entre 7 e 12 anos. 

Enquanto os pequenos e os pais dormiam em suas casas, eletrodos mediam a atividade cerebral durante o repouso. Os resultados mostram que os sintomas de insônia das mães e os padrões objetivos de sono das crianças estão associados.

Os pesquisadores descobriram que as crianças cujas mães apresentam sintomas de insônia dormem mais tarde, diminuem o sono e gastam menos tempo no sono profundo, conforme medido pelo EEG. No entanto, não houve associação entre os problemas de sono dos pais e o sono das crianças.

O estudo sugere que a razão pela qual o sono das crianças está mais intimamente relacionado com o das mães é, em média, a quantidade de tempo que passam juntos. Portanto, é provável uma influência mútua mais forte.

Sono é saúde

O sono desempenha um papel essencial para o bem-estar dos adultos e das crianças. "Essas descobertas são importantes, pois o sono na infância é essencial para o bem-estar, desenvolvimento, saúde mental, aprendizagem, memória e a realização escolar", comentou o Dr. Sakari Lemola

Foto: Pixabay